domingo, 27 de outubro de 2013

Alfabeto da Criança

 Alfabeto da Criança


Ama-me, mas não me sufoques com apego;

Brinca comigo, mas ensina-me a respeitar limites;

Cuida das minhas necessidades e mostra-me também como fazê-lo;

Dá-me alegria, mas entende-me quando estou triste;

Ensina-me a viver, mas não desejes que eu te imite;

Faz-me entender que também sou gente, mas original e diferente;

Gratifica-me os acertos, mas compreende-me quando erro;

Humaniza meus sentimentos, mas nunca brinques com eles;

Induz-me a ser "boa gente", mas não me julgues quando eu não for;

Jura-me amor eterno, mas não me prendas a ele;

Liberta-me para a vida e não me vejas como propriedade tua;

Mostra-me os melhores caminhos, mas não os escolhas por mim;

Nega-me sabiamente o que não mereço, mas sem longos discursos;

Olha-me como a um aprendiz, mas não me menosprezes;

Põe-te a meu favor, mas não protejas os meus erros;

Queres o melhor de mim? Então dá-me o teu também;

Rola de rir comigo, mas sem debochar do que faço;

Sonha com meu futuro, mas não decidas por mim;

Toma-me no colo quando eu choro, mas põe-me logo no chão;

Um dia poderás ser modelo, então sê honesto comigo;

Vê-me com olhos esperançosos, mas não exijas o que não posso dar;

Xinga-me se necessário, mas não grites nem me humilhes;

Zanga-te quando apronto, mas - por favor - não me agridas.


Autoria: Silvia Schmidt



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Postagens populares

Google+ Badge

Prestação de serviço

  • "TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE:"
  •